Diário de uma mulher,esposa,mãe,dona de casa...enfim...de um ser humano único...rsrsrsrs...
Meu blog também é bauzinho de guardar coisas que acho lindas,interessantes e que vale a pena recordar!
Início do blog:13/04/2009...só felicidade!!!

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Avenida


Para fazer a minha subida mais amena,
faço da escada da minha vida,
uma avenida florida!

3C

Fonte:Meu coração...CristaCristalCristalina.
Imagem:LA-CASA-AZUL-DECORACION-CARTAGENA-official/

4 comentários:

Carolina disse...

Crista, você é tão simpática, me faz rir muito! Obrigado, você é um tesouro mágico.

Smareis disse...

Ebaaaa, essa escada é pra mim?Obrigadaaaa!
Vim ganhar mais um abracinho apertadinho dessa Deusa mais bonita do planeta. "Olhos Azuis".
Que gostoso e ganhar abraço né.

Falando sério, você contagia com sua forma de escrever, gosto muito de você sabiaaa? Tem pessoas que tem medo até de sorrir, brincar, medo de ser feliz, fazer amigos.
A vida já é tão dura cim a gente, então brincar e sorrir alivia o peso.
Tem uma mensagem que gosto muito da Ana Jácomo que diz assim:

Gente bem-humorada é um charme. Acho lindas as pessoas capazes de fazer o seu riso florescer e de compartilhá-lo nesse tempo do nosso mundo. Um tempo, talvez bem mais do que outros, tão desprovido de amor. Tão empobrecido de virtudes. De atmosfera tão pesada. De perigos já vividos e vários iminentes. Um tempo tão dodói. É claro que não falo do enganoso bom humor que passa pela ofensa. Pelo preconceito. Pela intolerância. Pela humilhação. Falo daquele que soma. Que perfuma. Que torna o cotidiano mais macio.
De certa maneira, conseguir ter algum bom humor num tempo assim é estar na contramão, pois muita gente hoje chega a estranhar manifestações de alegria. É se sujeitar a ser interpretado, muitas vezes, como alienado. Inconseqüente. Bobalhão. Mas, quem consegue, não liga. Ri, em vez de se importar, por poder acessar, vez ou outra, um lugar de leveza que a maioria não encontra mais nem acredita ainda existir. Na linguagem dos arquétipos, os bobos, os que não largaram a mão da sua criança divina, são importantíssimos em qualquer reino.

O riso genuíno é luminoso, mas as sombras, vestidas de inúmeras formas, batem à nossa porta o tempo inteiro para nos convidar a sucumbir. Um pequeno deslize e pronto: lá estamos nós sendo tragados pela areia movediça do medo e da negatividade. Os jornais não noticiam, mas há uma epidemia de desencanto que tem se propagado, numa velocidade inimaginável, no mundo. O contágio é fácil, fácil, a gente sabe, mesmo que não falemos muito a respeito. Bom humor, nos nossos dias, é qualidade rara. Mais do que isso: uma espécie de remédio natural capaz de minimizar os riscos de desenvolver a doença.

Felizes aqueles que ainda conseguem rir e fazer rir, apesar de. A vida deles, como qualquer outra, não é perfeita. Eles, tampouco, são perfeitos. Não são bem-humorados porque têm seus interesses organizados, distribuídos nas prateleiras certinhas. Desconfio que isso não seja possível pra nenhum tipo de gente, nesse tempo nem em qualquer outro. Mantêm o bom humor porque não desaprenderam a dançar ludicamente com a vida e sentem que mesmo que ela pise nos seus pés, de vez em quando, ela dança bem melhor com quem sabe brincar.

Beijos Olhos azuis minha Deusa.

Ótima Noite!
Desejo-te um belo amanhecer enfeitado de flores com caminhos de poesias
Um grande abraço abraçando o teu.

♥♥♥♪♪☺♪ ♥♥♥

Cristina Lira disse...

Ah...que linda fica a subida, mesmo se for dificil.
Temos que fazer nossa estrada um pouco diferente do que parece ser.
bjos amiga, Deus te abençoe...

Maria José Rezende disse...

Olá amiga. Que imagem linda!!!
Estou em falta com todos, pois tenho tido pouco tempo para entrar nos blogs. Mas sempre com todos vocês no meu coração.
Beijos.